• Rogério Maestri

    Primeiro não acredito neste custo de energia, acho que está altamente superestimado, mas há um fator que não está sendo levado em conta, é o custo ambiental e de energia para produzir novos aparelhos quando equipamentos eletrônicos são deixados desligados!
    Como os componentes eletrônicos para economia de material e de energia na sua fabricação e eficiência estão cada dia mais “delgados”. Devido a isto esses equipamentos ficam mais sensíveis a umidade. Se estes equipamentos não forem deixados em standby eles estragarão bem mais cedo, algo desejável para os industriais mas incômodo para os consumidores.
    Várias pessoas que lerem esta bobagem vão desligar sistematicamente seus aparelhos eletrônicos, e com isto produzirão algo bem mais grave, o aumento do lixo eletrônico e a necessidade de compra de equipamento novo.
    Me causa espanto que um site que procura sustentabilidade não pesquise qualquer coisa que se diz, pois o uso do sandby em equipamentos não é para ele acender mais rápido mas sim para ele não estragar tão cedo!