• carlos

    Prezado procurador da República no Pará, Ubiratan Cazzeta, nossa sociedade não pode admitir erros como este. Parabéns. Solicito também que o senhor provoque o governo e peça a eles para lhe apresentar um plano de implantação de energia solar fotovoltaica por unica e exclusiva geração distribuida nos telhados das casas. O senhor verá que Belo Monte é ineficiente em quase todos aspectos quando comparada a esta solução.